Português English

Busca do corpo de Rolindo: trezentos dias de dor e angustia

Inserido por: Administrador em 19/08/2010.
Fonte da notícia: Cimi

São  quase trezentos dias desde o brutal assassinato dos professores indígenas Guarani Ñandewa, Genivaldo e Rolindo Vera, no sul do Mato Grosso do Sul, fronteira com o Paraguai. Os fatos foram nacional e internacionalmente denunciados. O corpo de Genivaldo foi encontrado no riacho Ypo’i dez dias depois de assassinado. O corpo de Rolindo até hoje não foi localizado. Nenhuma ação de busca foi feita depois da localização do corpo de Genivaldo.

 

Cansados de fazer documentos, participar em inúmeros eventos, denunciar o crime bárbaro e exigir punição dos responsáveis e a localização do corpo de Rolindo, a comunidade de Ypo’i  decidiu retornar, no dia 18 de agosto, à área para procurar o corpo. “Até não termos informações do que se passou e localizarmos o corpo, nem que sejam só os ossos do Rolindo, não conseguimos viver em paz...é como se tivesse acontecido ontem, a dor não passa, nossa alma fica perturbada”, desabafa  um dos familiares dos professores assassinados.

 

Cientes de que é direito e necessidade de se empenhar com todas as forças para localizar o corpo, marcharam decididos para o local dos assassinatos e da expulsão de seu tekoha.

 

Os povos indígenas do Brasil reunidos no VII Acampamento Terra Livre, em Campo Grande,  exigemos justiça e a localização do corpo de Rolindo.

 

Envolvidos em grande dor pela perda de seus queridos filhos, Genivaldo e Rolindo, os familiares e a comunidade de Ypo’i esperam todo apoio e não a cruel violência que resultou nos dois assassinatos e vários feridos. Esperam solidariedade e apoio a seus direitos e qualquer ato de violência será de responsabilidade dos governos federal e estadual.

 

Comunidade do Ypo’i

Conselho da Aty Guasu

Comissão dos Professores Indígenas Kaiowá Guarani

Apib – Articulação dos Povos Indígenas do Brasill

            COIAB – Coordenação dos Povos Indígenas da Amazônia Brasileira

            APOINME – Articulação dos Povos Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito

                                   Santo

            Arpinsul – Articulação dos Povos Indígenas do Sul

            Arpipan – Articulação dos Povos Indígenas do Pantanal

            Arpinsudeste – Articulação dos Povos Indígenas do Sudeste

Conselho Indigenista Missionário – Cimi.

 

Campo Grande, 19 de agosto de 2010

MS

STF determina volta à prisão de fazendeiros envolvidos em ataque a indígenas no Mato Grosso do Sul

A 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) manteve a prisão preventiva de cinco fazendeiros acusados de envolvimento em um ataque a indígenas no Mato Grosso do Sul, em junho do ano passado.

Kuñangue Aty Guasu: encontro de rezas, forças e sonhos para o presente e futuro

Assembleia das mulheres Guarani e Kaiowá ocorreu entre 18 e 22 de setembro. Enquanto houver o som do Mbaraca e do Takuapu, vai ter luta

MPF requisita investigação sobre ameaça a lideranças indígenas da aldeia Sucury'i, em Maracaju (MS)

Ameaças teriam se intensificado após manifestações dos índios e bloqueio de rodovia

Indígenas Kadiwéu retomam fazenda incidente em território concedido ao povo no Segundo Reinado, em 1864

Há uma semana 120 indígenas Kadiwéu retomaram parte do território destinado ao povo em 1900 e homologado em 1984. O povo reivindica uma fazenda localizada em Porto Murtinho, pantanal do Mato Grosso do...

Jornalista é condenado por dano moral coletivo após ofensa aos Guarani-Kaiowá

A Justiça Federal considerou que o comunicador extrapolou a liberdade de expressão ao veicular conteúdo ofensivo e pejorativo contra os índios Guarani-Kaiowá em artigo publicado no webjornal O Tempo,...

Total de Resultados: 836

Página atual: 1 de 168

123456 Próximo Final

Endereço: SDS, Ed. Venâncio III Salas 309/314 - Brasília-DF Cep: 70393-902 - Brasil - Tel: (61) 2106-1650 - Fax: (61) 2106-1651        Twitter - Ciminacional Skype - imprensa_cimi
desenvolvimento: wv