Português English

[Vídeo] Tacar fogo no mundo - o linchamento Gamela

Inserido por: Administrador em 04/05/2017.
Fonte da notícia: Assessoria de Comunicação do Cimi

O povo Gamela vive no estado do Maranhão. Desde 2015, sem qualquer providência do Estado para a demarcação de suas terras, o grupo composto por cerca de 1200 pessoas está retomando o seu território ancestral, nos arredores dos municípios de Viana, Matinha e Penalva. No último domingo, 30 de abril, fazendeiros reunidos em torno de um grupo que intitularam “Movimento pela Paz”, com a participação de políticos, realizaram uma violenta ação contra os Gamela. Cerca de 13 pessoas ficaram feridas no ataque. Dois indígenas tiveram as mãos decepadas e outros vários ficaram com projéteis alojados no corpo. A imprensa do Brasil e do mundo se mobilizou para cobrir o linchamento sofrido pelo povo. Os Gamela e as entidades de apoio exigem a imediata abertura do Grupo Técnico para a demarcação da terra indígena Gamela pela Funai.

Reportagem e imagens: Ana Mendes
Roteiro: Andressa Zumpano e Ingrid Barros
Montagem: Andressa Zumpano

MA

Indígenas Krikati são atacados a tiros enquanto pescavam em açude da terra tradicional demarcada

O caso da desintrusão da Terra Indígena Krikati está inserido numa conjuntura de conflitos idênticos aos que ocorrem em outras regiões do Maranhão

Investigação sobre ataque contra os Gamela é federalizada, a pedido do MPF, por se tratar de povo indígena

O ofício foi recebido nesta segunda-feira, 8, pelo delegado da Polícia Federal que deverá presidir o inquérito. Na ação criminosa, 22 indígenas terminaram feridos. Foto: Ana Mendes/Cimi

“Esse massacre recente é só uma faceta do etnocídio que assola o povo gamela”

Professora da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira coordena grupo de trabalho que estuda território reivindicado pelos gamela

Feridos e hospitalizados chegam a 22 depois de ataque a indígenas Gamela no Maranhão

Apuração do Cimi em Viana (MA) revela que 17 Gamela sofreram algum tipo de ferimento, entre os quais duas crianças e um pré-adolescente. Somados aos cinco baleados, número de feridos chega a 22.

Indígenas Gamela tiveram membros do corpo decepados durante ataque no MA; sobe o número de baleados e feridos

Os dados seguem sendo parciais, os números de baleados e feridos podem aumentar, e isso se deve ao fato de que os Gamela se espalharam após a investida dos fazendeiros e seus capangas

Total de Resultados: 218

Página atual: 1 de 44

123456 Próximo Final

Endereço: SDS, Ed. Venâncio III Salas 309/314 - Brasília-DF Cep: 70393-902 - Brasil - Tel: (61) 2106-1650 - Fax: (61) 2106-1651        Twitter - Ciminacional Skype - imprensa_cimi
desenvolvimento: wv