06/12/2017

Semana de lutas em Brasília: indígenas cobram melhorias na saúde

Indígenas dos povos Kaingang e Guarani Mbya, da região sul, Terena, Kadiwéu e Kinikinau, do MS, e Chiquitano, do MT, cobraram melhorias na saúde indígena, em Brasília.


Por Tiago Miotto, da Ascom/Cimi

Cerca de 90 indígenas dos povos Kaingang e Guarani Mbya, dos estados região sul, Terena, Kadiwéu e Kinikinau, do MS, e Chiquitano, do MT, cobraram melhorias à Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai), em Brasília. Antes de participarem de uma audiência com o secretário da pasta, realizaram danças e cantos em frente à Sesai. Os indígenas da região sul e do Mato Grosso do Sul também cobraram o fim do loteamento político dos cargos nos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEIs), inclusive das coordenações.

Ao longo da semana, além da questão da saúde, os indígenas também devem cobrar providências quanto às demarcações de suas terras e a revogação do parecer anti-demarcação de Temer, assinado pela Advogada-Geral da União, Grace Mendonça. Contrariando decisões do Supremo Tribunal Federal (STF), o Parecer 001/2017/GAB/CGU/AGU estende aos órgãos do Poder Executivo graves restrições à demarcação de terras indígenas, como o marco temporal.

Fonte:
Compartilhar:
Tags: